O CASAMENTO INTERNO – Graça Braga Darzi Consultório de Psicologia.

graca-darzi---inveja
O Instinto irrefreável da inveja – Graça Braga Darzi Consultório de Psicologia.
novembro 4, 2016
graca-darzi-psicologoemmoema-avosr
A MAGIA ENTRE AVÓS E NETOS – Graça Braga Darzi – Consultório de Psicologia e Psiquiatria
fevereiro 11, 2017

O CASAMENTO INTERNO – Graça Braga Darzi Consultório de Psicologia.

graca-darzi--casamentointerno
Trabalhar ou conviver com as diferenças do outro não é tarefa fácil, porém é nessa caminhada que o ser humano se confronta com obstáculos imensos e os mais significativos aprendizados da vida. Quanto mais o indivíduo estiver próximo de si mesmo, mais perto estará do outro e mais inteiro para a vivência do sagrado e de seus grandes ensinamentos.
Para podermos existir, precisamos do espermatozóide masculino e do óvulo feminino. Recebemos cargas genéticas de ambos os sexos. Dessa forma, os hormônios masculinos e femininos habitam nosso corpo, sendo portanto que, biologicamente, um pertence ao corpo do outro, e por possuirmos estas bases genéticas e biológicas, também herdamos a estrutura psíquica. Assim, a estrutura psicológica se mantém lado a lado com a anatomia do indivíduo.
Carl Jung, denominou como Anima o lado feminino inconsciente da personalidade do homem, e Animus o lado inconsciente masculino da personalidade da mulher. Essas são instâncias contra-sexuais da psique, influindo sobre o psiquismo dominante do homem ou da mulher.
Sobre isso Jung diz: " Cada homem sempre carregou dentro de si a imagem da mulher, não é a imagem desta determinada mulher, mas a imagem de uma determinada mulher. Essa imagem, examinada a fundo, é uma massa hereditária inconsciente, gravada no sistema vital e proveniente de eras remotíssimas, é um "tipo"("arquétipo") de todas as experiências que a série dos antepassados teve com o ser feminino, é um precipitado que se formou de todas as impressões causadas pela mulher, é um sistema de adaptação transmitido por hereditariedade. O mesmo vale também para a mulher, pois também ela carrega igualmente dentro de si uma imagem inata do homem. A experiência, porém, nos ensina a sermos mais exatos: é uma imagem de homens, enquanto que no homem se trata de uma imagem da mulher. Visto esta imagem ser inconsciente, será sempre projetada, inconscientemente, na pessoa amada; ela constitui uma das razões importantes para a atração passional ou para a repulsa ".
Quanto mais inconscientes o homem e a mulher estiverem de suas contra partes psíquicas em oposição, mais capturados e aprisionados estarão por eles.
No relacionamento, a força desta atração revela conteúdos enigmáticos, profundos, podendo somar ou subtrair a relação. O parceiro desperta algo que precisamos compreender a respeito de nós mesmos. É o desejo de resgatar-se para dentro de si, de algo que falta interiormente e que está sendo projetado no outro.
O homem leva para seus relacionamentos características inconscientes dessas imagens psíquicas que, de forma harmoniosa, o tornará enriquecido nas relações, tornando-o sensível, criativo, intuitivo e afetivo. Ao contrário, se vivenciar de forma descontrolada, passará a apresentar atitudes de sensibilidade extrema, humor instável, ciumento, desajustado com fragilidade de atitude, não conseguindo portanto formar vínculos afetivos com nenhuma de suas parceiras.
A mulher por sua vez, também leva para seus relacionamentos características inconscientes dessas imagens psíquicas que, de forma harmoniosa, favorecerá seu lado racional, contribuindo para desempenhos cada vez maiores e melhores, colocando-a suficientemente consciente. Dominada negativamente por essas imagens inconscientes, poderá em suas atitudes prejudicar suas relações afetivas, tornando-se arrogante e extremamente agressiva, governada por preconceitos, sendo dogmática, argumentadora e hipergeneralizadora. Uma mulher assim não discute para descobrir a verdade, mas para mostrar que está "certa", vencer e ter a última palavra. A vida e os homens são julgados e rejeitados se não se encaixarem nos moldes de suas noções preconcebidas. Sua racionalidade está acima de tudo nas atitudes de sua vida, tornando-a controladora das situações e pouco sensível.
Apesar de dolorosas, a percepção dessas imagens inconscientes tornam-se de extrema importância para iniciar a retirada das projeções, sendo portanto, muito rica a experiência, onde as possibilidades revelam profundos complexos pessoais, necessários de serem transcendidos ou trabalhados para haver transformação pessoal e crescimento na relação.
É necessário que aconteça, primeiramente, o casamento interno em nós mesmos, pois temos a favor do nosso desenvolvimento o masculino e o feminino que estão presentes na nossa psique. As mudanças e transformações psíquicas e comportamento começam em nós. Ninguém pode dar o que não tem e, em consequência disso, também não poderá receber o que não pode dar. Vamos refletir?

Atendimento Psícológico

Atendemos adultos, idosos e adolescentes. Clique no botão para marcar uma consulta ou ligue: 11 3054-9488

1 Comentário

  1. tatiana marrocco disse:

    para ser lido e relido muitas vezes, o artigo é de uma profundidade sensivel assim com a sua durante o processo de análise.
    incrível. gratidão por compartilhar e escrever sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *